Parada Gay invade orla de Maceió e pede “Mais Amor”

Comunidade LGBT cobra cumprimento da lei proferida pelo STF

A orla de Maceió foi invadida na tarde deste domingo (20), pela 15ª edição da Parada do Orgulho LGBT. A concentração estava marcada para às 14h em frente ao Alagoinhas, na orla de Ponta Verde, mas o público só começou a chegar no local depois das 16h. Foram dois dias de eventos que começou ontem com o II Festival de Arte e Cultura LGBT de Maceió.

DSC_01681Os organizadores previam público de mais de 50 mil pessoas nestes dois dias de evento, sendo esperadas pelo menos 30 mil somente hoje. Com um público bem mais tímido, a comunidade gay de alagoas realizou a 15ª edição do orgulho LGBT na capital alagoana.

As atividades começaram com o show da drag queen Schneider. Também são esperadas as seguintes atrações: os DJs John Dayvison e Jean Pierre, além da cantora Ana Lobo.

O tema deste ano é “Mais Amor!”. Para o presidente do Grupo Gay de Alagoas (GGAL) Nildo Correia, a comunidade gay espera que sejam definidas novas conjunturas de família, sobretudo as formadas por casais homoafetivos. Nildo explica que tal aceitação e a reafirmação de decisão judicial proferida este ano pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que reconheceu essa parcela da sociedade como entidade familiar.