NY: Igreja pode fechar e dar lugar a centro LGBT

Pastor ameaça ficar preso com os membros dentro do templo

O polêmico pastor James David Manning ficou conhecido por suas declarações incisivas contra o estilo de vida dos LGBTS. Contudo, sua igreja no Harlem, em Nova York entrou em processo de falência fiscal e vai a leilão nos próximos dias.

Ele está afundado em dívidas que totalizam 1,2 milhão de dólares. O grupo ativista gay Ali Forney Center, que afirma ser ONG, resolveu fazer uma campanha on-line para arrecadar dinheiro o suficiente para comprar o prédio no leilão e transformá-lo em um “cento comunitário LGBT”.

Segundo sua página na internet, eles já arrecadaram 200 mil dólares e pretendem fazer uma oferta no leilão. Anunciam que reformarão o prédio para alojar “jovens LGBT sem teto” e abrirão uma loja voltada para o público gay. Embora seja um leilão público, os únicos a anunciar publicamente interesse em ficar com o local foram dois grupos gays.

O pastor Manning, que dirige a igreja Atlah Worldwide, afirma que não está preocupado com a possibilidade de perder o templo, pois tem imunidade tributária que o governo não está respeitando por motivos “obscuros”. Ele afirma que é um movimento político e classificou a decisão judicial de “simples apropriação de terra”.

No passado, afirmou que os membros da Ku Klux Klan são mais tolerantes do que os “homossexuais brancos”. Ele já respondeu a processos por pedir pena de morte aos gays.