RJ: Secretário de Direitos Humanos é exonerado por dizer que acredita na “cura gay”

Paulo Melo deixa a Secretaria de Governo e reassumir cargo de Deputado Federal

O deputado federal Ezequiel Teixeira (PMB) foi exonerado do comando da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.

Ele afirmou em entrevista ao jornal O Globo que acredita na “cura gay”.

“Poxa, o senhor crê na cura? Eu creio, plenamente. Eu não creio só na cura gay, não. Creio na cura do câncer, na cura da Aids… Sabe por quê? Porque eu sou fruto de um milagre de Deus também”, disse em entrevista.

Após o afastamento, o secretário criticou a imprensa e afirmou ter sido vítima de preconceito religioso. Ele disse ainda que não é antigay e que os direitos humanos devem ser para todos.

 Desde que assumiu a pasta, quatro centros de assistência à população LGBT foram suspensos.

O cargo será ocupado por Paulo Melo, atual secretário do governo. No lugar de Melo, assume Affonso Monnerat. As mudanças serão publicadas na edição do Diário Oficial desta quinta-feira (18).