Inês Brasil vira heroína de quadrinhos e protege os gays da homofobia

inesFãs da agora cantora Inês Brasil bolaram uma engraçada história em quadrinhos, em versão digital, para  homenagear a morena peituda mais nonsense do planeta e que é amada por muitos gays por seu discurso verdadeiro e sensual.

Inês virou HQ nas mãos dos amigos Pedro Henrique Amâncio e Yan Maciel que desenharam e bolaram a primeira edição, colocada no ar esta semana pelo canal Monamour, que reúne amantes de Inês.

Na primeira história, ela se encontra com Suzana Vieira, depois de tropeçar na rua com uma pantera rosa, de quem ganha um pinto que solta a água de Jesus. Inês e seus bordões como “Alô, alô, graças a Deus” se deparam com um grupo de homofóbicos, que espanca um casal de bees, ao qual com a água de Jesus make love fazem sair do armário lindamente.