Cantora gospel sugere boicote à C&A, e propaganda da empresa vira sucesso

A crítica da pastora e vocalista do grupo musical cristão Diante do Trono, Ana Paula Valadão, à nova propaganda da C&A para o Dia dos Namorados repercutiu nas redes sociais, mas não da forma como ela esperava: a peça virou sucesso, em grande parte, por causa das críticas da artista.

Em sua página oficial no Facebook, a cantora disse que havia decidido manifestar sua “#SantaIndignação” ao que chamou de “imposição da ideologia de gênero”. “Temos que ‎boicotar essa loja e mostrar nosso repúdio”, alardeou. Tudo isso porque, na peça publicitária, mulheres vestem roupas de homens e os homens as das mulheres.

O assunto foi o mais comentando na tarde desta sexta-feira no Twitter, mas em vez de despertar a ira dos consumidores, motivou uma enxurrada de elogios à rede de varejo. “Obrigado, Ana Paula Valadão por ter divulgado essa campanha para milhões de pessoas. Por conta disso eu pude ver como ela é incrível!”, escreveu o youtuber Guigo Kieras.

“Gosto assim C&A! Abusada, provocante! Parabéns aos envolvidos na campanha”, endossou o estudante Gustavo Franco. Também houve quem concordasse com Ana Paula. “Prepare-se para o boicote dos conservadores, C&A”, ameaçou o usuário Lúcio Garcia.

Devido à repercussão, a rede se manifestou. Em nota, explicou que propaganda “Dia dos Misturados” dá continuidade à nova visão da C&A sobre a moda, lançada em março com a campanha “Misture, ouse e divirta-se”. “Livre de todo e qualquer tipo de preconceito e estereótipo, o novo filme faz um novo convite à mistura de atitudes, cores e estampas como forma de expressão”, completa.

Imagem de Amostra do You Tube