Inglaterra: Pela internet, ministra britânica assume ser gay em data simbólica

A ministra britânica do Desenvolvimento Internacional, Justine Greening, usou sua conta no twitter para revelar neste sábado, no dia da Marcha do Orgulho Gay, em Londres, que está em uma parceria do mesmo sexo.

Em post na rede social, Greening fez um trocadilho com o recente plebiscito sobre a presença britânica na União Europeia. “Hoje é um bom dia para dizer que estou feliz em um relacionamento do mesmo sexo. Fiz campanha para que permanecêssemos (na UE), mas às vezes é melhor sair (do armário, a expressão que significa assumir publicamente a orientação sexual)”, escreveu a ministra.

O premiê David Cameron também usou o twitter para felicitar a colega de gabinete. “Parabéns, Justine. Grande notícia”.

Justine Greening

Greening, de 47 anos, foi eleita para o Parlamento britânico em 2005, pelo Partido Conservador. Na época, tornou-se a mais jovem deputada da história da casa. Com a ascensão dos conservadores ao poder, em 2010 – em coalizão com o Partido Liberal-Democrata -, ela foi nomeada ministra dos Transportes e assumiu a pasta atual em 2012.

O anúncio de Greening ocorre em um ano marcado por uma mudança de ares no meio político britânico em relação à tolerância sexual. Em fevereiro, 28 dos 32 deputados e deputadas britânicos assumidamente gays posaram para uma foto nas escadas do parlamento.

No mês anterior, o ministro para Assuntos Escoceses, David Mundell, tornou-se o primeiro integrante do gabinete to governo Cameron a assumir publicamente sua orientação sexual.